sábado, 2 de fevereiro de 2013

PROMOTORIA DE JUSTIÇA ARQUIVA INQUÉRITO CIVIL CONTRA A UCAPROF


A União Cabreuvana Protetora da Fauna e Flora (UCAPROF) comunica à população à imprensa e à mídia em geral, que a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente de Cabreúva determinou o arquivamento do Inquérito Civil, aberto a pedido de uma ex-voluntária da ONG, que havia sido exonerada por má conduta, moradora de Cabreúva, que denunciou possíveis irregularidades com o único objetivo de denegrir a UCAPROF, denegrir o trabalho da UCAPROF e denegrir os dirigentes da UCAPROF.  

A investigação da Promotoria de Justiça contou com as diligências, fiscalização e relatórios da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo, Vigilância Sanitária, Prefeitura de Cabreúva, e concluiu que não houve qualquer tipo de crime ou irregularidade praticados pela UCAPROF na guarda dos animais, na conservação do meio ambiente e no uso do dinheiro público repassado mensalmente pela Prefeitura.

Todas as ações da UCAPROF seguem rigorosamente toda a legislação municipal, estadual e federal, obedecendo à risca as orientações legais do Ministério Público, de órgãos da Justiça e da Saúde e de sua própria assessoria jurídica.

Há quase 13 anos, a UCAPROF realiza um trabalho extremamente importante na área da saúde e segurança públicas, na área da proteção e preservação do meio ambiente e na área da proteção animal, recebendo todo o reconhecimento, respeito e contribuição das autoridades e da sociedade de Cabreúva, e até das autoridades do Estado.

Apesar dos percalços enfrentados em decorrência das denuncias caluniosas, maldosas e infundadas, a UCAPROF jamais deixou de executar normalmente suas atividades em prol do bem estar e da saúde dos animais e da qualidade de vida das pessoas.

Ana Teresa Merbach, professora, radialista e Presidenta da UCAPROF
E-mail: contato@ucaprof.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário